Como nosso cérebro aprende - Parte 5 – Como sair do platô e chegar mais perto dos seus objetivos?

Os objetivos são o combustível que nos move. Se eles não estão no comando, não estão sendo usados, podemos estar sempre com a sensação de que algo nos falta. Ou seja, podemos aprender, mas não exatamente aquilo que vai nos fazer CHEGAR onde QUEREMOS. Já imaginou aprender o que você realmente quer e precisa e alcançar os seus objetivos reais com o aprendizado. É POSSÍVEL! Você só precisa entender seu funcionamento próprio para aprender e “casar” com os seus objetivos. Parece fácil, mas nem sempre é.



Estudar anos e anos a fio e não alcançar seus objetivos em inglês faz parte da vida de muitos alunos. Eu sei bem como é. E foi exatamente por isso que decidi que os meus alunos não passariam por isso. Como? Primeiro, criando um método que levasse em conta todos esses passos de aprendizado que já falamos aqui no blog (veja os textos anteriores, please!). Cada um de nós aprende de um jeito, tem formas diferentes de assimilar conhecimento.


Então, pra mim, não tem lógica usar o mesmo sistema de ensino para todo mundo. Por isso, a personalização foi o primeiro pressuposto da Metodologia Surian. E o segundo pressuposto foi cruzar o ensino da língua com os objetivos dos alunos. Por isso, tenho cursos para apresentação, para entrevista de emprego, para montagem de CV, para conversação, para viagens e outros mais.


Não alcançar objetivos é uma perda de tempo, não é mesmo?


Eu já perdi a conta de quantas pessoas chegaram até mim com histórico de anos de estudo de Inglês convencional. Escolas de renome, métodos reconhecidos. E uma bagagem pequena da língua, se comparado ao tempo dedicado. Ou então, muito vocabulário, mas pouca desenvoltura. E tudo que a pessoa precisava era conseguir fazer apresentações em inglês para a filial da empresa em outro país, por exemplo!


Ou então, ia viajar. Até sabe bastante de inglês, mas, na hora de entender o que é dito, fica boiando. Porque não foi preparado exatamente para as situações que poderiam surgir. Todo mundo tem uma história diferente, vontades diferentes, necessidades diferentes e projetos diferentes. Entenderam porque os objetivos precisam ser levados em conta na hora de aprender?


Sabe se vocè é mais visual ou mais auditivo, se tem facilidade ou não para a língua, e até mesmo revisitar os aprendizados para atingir a apreensão do conhecimento em espiral podem não surtir o efeito desejado se eles não estiverem de acordo com seus objetivos! É simples assim. Para QUE você quer aprender Inglês? Qual é a finalidade?


Os objetivos precisam ser o norte do seu aprendizado


A resposta para a pergunta anterior vai nortear todo o seu aprendizado. Ao menos, deveria ser assim. Vai viajar? Para quê você precisa, agora, estar em um nível avançadíssimo, se tudo que você precisa é se comunicar informalmente com as pessoas? Ou o contrário - de nada adianta saber trocar ideias com alguém se você morre de medo de fazer uma apresentação formal no seu trabalho.


Por isso, os objetivos também vão trazer à tona os seus obstáculos para aprender! Medos, traumas, limitações, eles também terão que ser trabalhados, treinados, para que não atrapalhem o que? SEUS OBJETIVOS! E não basta ensinar Inglês para isso, é preciso conhecer o aluno, saber onde ele quer chegar e, muitas vezes, ajudá-lo a descobrir qual é a sua jornada autoral.


Quer saber mais sobre como fazer isso? Então, me manda uma mensagem AQUI e vamos conversar!

3 visualizações