O aprendizado é pessoal - Parte 6 – Cada pessoa aprende do seu jeito único e especial

Quando entendemos a nossa forma particular de apreender o conhecimento, conseguimos estabelecer metas e chegar de forma mais ASSERTIVA aos nossos OBJETIVOS. Como fazer isso? Com uma metodologia PERSONALIZADA e que leva em conta seu RITMO e suas ESCOLHAS para amplificar o aprendizado. Saiba mais.



Por mais que a gente tente, não tem como enquadrar todo ser humano em uma única forma de aprender. O sistema de ensino tradicional tenta fazer isso há séculos, sempre em detrimento das potencialidades específicas das pessoas. Muitas vezes, o ensino foca mas esforço exatamente nas nossas fraquezas, ao invés de aproveitar nossos potenciais. Aqui, nessa série de textos sobre o modo como nosso cérebro aprende, vimos que podemos ser mais rápidos, mais detalhistas, mais visuais, mais auditivos, podemos ver no aprendizado algo extremamente difícil ou uma aventura incrível. Tudo depende da forma única como vivemos e vemos o mundo ao nosso redor. E às nossas potencialidades pessoais.


Por isso, as novas metodologias, que ainda são recentes, mas que já ganham adeptos no mundo todo, como a Pedagogia Waldorf, por exemplo, levam o aprendizado personalizado como base para construir o conteúdo. Além disso, incentivam a integração do conhecimento, ou seja, a inter-relação entre as disciplinas para construir o todo, para que a compreensão seja mais ampla e prática, também. No caso de quem procura o Inglês para aperfeiçoar sua trajetória profissional, por exemplo, entender como construir um aprendizado mais amplo e que possa ajudar não apenas no conteúdo, mas na desenvoltura com a língua, pode ser fundamental.


Cada um aprende do seu jeito, não é mesmo?


Exatamente por entender, em todos os meus anos de ensino, que somos pessoas únicas, que aprendemos de forma particular e que temos dificuldades que são individuais foi que decidi construir uma metodologia própria. A Metodologia Surian tem como princípio personalizar as aulas de acordo com as habilidades que os alunos mais precisam. Então, se alguém quer aprender porque precisa, por exemplo, fazer apresentações em inglês, 60% da aula será construída em cima de Speaking, nas habilidades, na pronúncia, na gramática, no vocabulário, sempre voltados para a fala.


Os outros 40% serão distribuídos em Listening e Reading para interpretação. Porque só falamos bem sobre aquilo que sabemos interpretar. É isso que vai tirar o aluno do platô, fazer com que ele vá um passo além. E assim vai ser com todas as necessidades - por que, se focarmos apenas na necessidade primordial do aluno, no caso do Speaking, acima, sem ampliar a atenção para os outros pontos, pode funcionar por um tempo, mas vai, aos poucos, criar mecânicas comuns de erros e o aluno não ganha autonomia para se comunicar.


A estrutura da Metodologia Surian é construída para que o aluno ganhe autonomia, para que ele possa usufruir do inglês como uma língua praticamente nativa, dentro dos seus próprios critérios. Assim, ele vai conseguir:


● Aprender em espiral, com mais assertividade

● Observar seu grau de dificuldade e lidar com ele

● Descobrir sua forma única de fixar o conhecimento

● Compreender como observa e acolhe o aprendizado

● Encaixar seus objetivos nas aulas


Se você quer entender como é o SEU ESTILO PESSOAL de aprendizado, e como formatar aulas que sejam otimizadas e que ajudem nos seus objetivos com o Inglês, me chama pra gente conversar! Com a mentoria certa, é possível aprender em menos tempo e para os fins que realmente farão diferença na sua vida, trabalho e sucesso profissional!

5 visualizações