Série Apresentação - Texto 2 - A sua POSTURA importa tanto quanto a língua, sabia?

Nós falamos por aqui, na semana passada, sobre os níveis de Inglês - muitas vezes, pensamos que é preciso ter um nível muito alto para apresentar de forma correta, e não é necessariamente assim. Da mesma maneira, podemos acreditar que SÓ o Inglês importa. E a sua postura pode ser essencial na hora de falar para mais pessoas!



O que acontece é que a linguagem corporal, sua postura e entonação na hora de apresentar podem te ajudar mesmo que o nível de Inglês não seja o ideal. SIM, treinar para apresentar pode ser tão importante quanto aprender vocabulário e gramática para falar! Sua postura importa tanto quanto a língua.


Se formos pensar na questão da apresentação em si, temos pessoas com dificuldades REAIS de falar em público MESMO EM PORTUGUÊS, não é mesmo? E aí, o fator da língua é só uma dificuldade a mais, não o foco da questão. Por isso, o TREINO em apresentação é algo a ser considerado SEMPRE.


Se a sua dificuldade é uma timidez, por exemplo, ela vai ter que ser levada em conta juntamente com a língua. Se é medo de ser julgado, existe aí um fator emocional que vai fazer parte do seu treino. Muitas vezes, esses fatores emocionais geram bloqueios, inclusive, no aprendizado.


É como você acreditar que NUNCA vai conseguir realizar uma ótima apresentação. Se você já pensa assim, fica muito mais difícil resolver os possíveis problemas que essa crença traz. Aliás, ela precisa ser considerada, muitas vezes, antes mesmo dos desafios com a própria língua. E é aí que a mentoria em Inglês pode ajudar e muito.


Resolvendo as questões com a apresentação


Mas, então, se eu tenho um bloqueio emocional, não preciso estudar mais? Claro que precisa! Mas SÓ estudar a língua não vai te fazer apresentar melhor, se o seu problema real é, por exemplo, como mencionei acima, falar em público. Os dois fatores: o educacional e o emocional, precisam ser levados em conta.


Para o primeiro, podemos pensar em aulas específicas para as suas principais dificuldades, personalizar o conteúdo e ir direto ao ponto para que você tenha a destreza na hora de falar sobre os assuntos que domina mais rapidamente. Com a Metodologia Surian, isso é super possível e é, inclusive o grande diferencial dos cursos.


Para o segundo, o TREINO é fundamental. E aí, fazemos isso em aula, claro, mas será preciso que você treine também em outros momentos. Dá uma olhadinha lá no YOUTUBE (link), porque eu falo mais sobre algumas formas de treinar para apresentações, mas dá para usar técnicas simples, como falar na frente do espelho, para checar sua postura e entonação, ou se filmar e, depois, assistir, é claro.


Para quem tem receios de apresentar, esses treinos podem trazer um alto grau de dificuldade, e eu sei disso muito bem. Por isso, é preciso ir aos poucos, adaptar os exercícios, mesclar Inglês e postura, para ir ganhando auto confiança, um fator fundamental no processo. Vamos juntos? Me segue lá no Instagram pra ver outras postagens com dicas sobre como apresentar!

5 visualizações