Série Reuniões em Inglês - As 5 situações mais estressantes de reuniões em inglês e como superá-las

Tem algumas situações que podem nos deixar extremamente nervosos quanto o assunto é reunião em inglês. Reuniões de trabalho já podem ser bem conflitantes, imagine, então, quando é preciso dominar outra língua. Por isso, separamos aqui as 5 situações estressantes de reuniões em inglês e como superá-las! Esperamos que te ajudem a relaxar e conquistar SUCESSO!



Ah, as reuniões em inglês. Como elas podem ser estressantes, não é mesmo? Mais ainda do que as feitas em português, que já não são, normalmente, situações confortáveis. É preciso dominar o assunto, prestar muita atenção nas argumentações, concordar, discordar, colocar seu ponto de vista, chegar a acordos, enfim. Imagine tudo isso feito em inglês! Se você tem qualquer dificuldade com a língua, vai acabar se estressando ainda mais.


A gente separou aqui 5 situações bem comuns que geram estresse quando o assunto é reunião em inglês. E, também, como você pode lidar com essas situações de forma mais tranquila e com foco no que realmente interessa. Acompanhe aqui para ver se alguma (s) delas se encaixa no seu dia a dia profissional:


Não entender uma informação importante


Seu chefe está lá, explicando um ponto fundamental para a estratégia, e você simplesmente não entendeu direito o que ele quis dizer. E agora? Bem, uma situação dessas não é difícil de acontecer, especialmente se estivermos com pessoas de diferentes sotaques em uma mesma reunião. Para resolver, você tem duas opções. Anotar o que não entendeu e deixar para pegar os detalhes depois ou, simplesmente, pedir para o chefe repetir a informação. Lembrando que falamos lá na live, que falar rápido não necessariamente é falar melhor e você tem o direito, sim, de não entender exatamente o que ele quis dizer. Vamos combinar? Uma situação dessas poderia acontecer até mesmo em português, certo?


Perder o timing de falar


Até você formular sua resposta ou opinião, o grupo já mudou de assunto? Perder o timing pode ser uma das situações mais estressantes de uma reunião. Então, tem alguns macetes que podem te ajudar - um deles é fazer anotações com palavras-chave. Se você estiver preparado para o assunto da reunião, uma palavra-chave pode ajudar a lembrar de um fato ou informação relevante e ajudar a colocar a observação ou ideia na hora certa.


Não conseguir expor seu raciocínio de uma forma clara e lógica


Você sabe o que quer dizer, mas não consegue explicar de uma forma que todos entendam. Aqui, a insegurança com o próprio nível de inglês pode ser o maior foco do estresse. Você acredita, previamente, que não vai conseguir expor o que pensa, e aí, o nervosismo toma conta e o que acontece é que as chances de você realmente se perder na hora de falar aumentam muito. Estar preparado, de novo, é o ponto-chave. E lembrar, sempre: o conteúdo é o que importa, ninguém está ali para julgar o SEU inglês, mas, sim, a sua ideia!


Perder o raciocínio no meio da sua explanação ou contraponto


Sabe o famoso branco? Então, esse fantasma pode aparecer em qualquer língua ou situação, certo, e pode ser um fator altamente estressante quando falamos de reuniões. Já pensou, na hora H, em que você finalmente vai expor o seu ponto de vista, dar um branco e você perder o raciocínio? De novo, as anotações e as palavras-chave podem ajudar. O fato é que estar em uma reunião em inglês, e dependendo do seu nível com a língua, vai prescindir que você use ferramentas, como as anotações, para conseguir formular melhor sua argumentação.


Não causar uma boa impressão


O medo de não agradar pode ser extremamente estressante, especialmente quando temos algo importante a falar. A vontade de agradar pode nos atrapalhar em muitas situações NA VIDA, não é mesmo? Quando falamos em reunião, vale a mesma máxima das apresentações em inglês: o que vale é O QUE você vai falar. Foco na mensagem, na opinião, nos dados. O conteúdo é mais importante que a forma, e tenha certeza, muito mais importante do que você. Quando colocamos o foco em nós mesmos, aumentamos nosso nervosismo, nos sentimos avaliados, julgados, mas, quando colocamos a mensagem em evidência, e lembramos que qualquer pessoa bem preparada poderia estar ali, falando sobre aquele assunto, o estresse já diminui. Experimenta e depois nos conta como foi, ok?


Ah, e conta pra gente se esse conteúdo te ajudou e como é a sua relação com as reuniões em inglês! Elas são realmente um fator estressante na sua vida corporativa ou você leva numa boa. A gente quer muito saber!

1 visualização